O Porquê de Reciclarmos: Veja 4 Razões Que Você Provavelmente Não Sabia


Reciclagem doméstica. Você se sente totalmente preparado para separar o lixo no seu dia a dia?


É comum que surjam algumas dúvidas no momento em que decidimos reciclar os resíduos sólidos depois que os utilizamos em casa.

Lâmpadas, esponjas de aço, guardanapos usados e latas de aerossol, por exemplo, têm uso frequente, mas não podem ser reciclados.

Por outro lado, garrafas PET, latas de alimentos, revistas e diversos outros itens podem ter um destino final diferente de um lixão ou aterro sanitário. O descarte desses materiais, por causa da reciclagem, pode transformar um resíduo que aparentemente perdeu o valor em algo novo e com bom valor agregado.

Mesmo assim, por que ainda nos sentimos pouco motivados a reciclar os resíduos em nossas casas?

Dois fatores podem contribuir bastante para essa desmotivação. Um deles, como citado, é a dúvida do que pode ou não ser reciclado.

O outro fator, mais complexo, está na dificuldade de enxergarmos os benefícios da reciclagem no local onde vivemos e até para a nossa qualidade de vida.

A seguir, traremos 4 razões que nos mostram o quanto a atitude de reciclar é simples diante do impacto positivo que ela pode causar no nosso futuro.

1. Economia de recursos: água, energia e matéria-prima.


Uma embalagem de alimento feita de plástico (polietileno), que é reciclada, por exemplo, dá origem a uma nova embalagem sem que haja a necessidade de usar uma quantidade de matéria--prima virgem na produção. Além disso, ainda é possível economizar água e energia, pois o plástico reciclado já carrega um histórico de processos de transformação que o levaram a ser o que ele é. Se comparado com uma produção de plástico a partir da matéria-prima, o plástico reciclado não exige novamente os recursos iniciais da produção. Para se ter uma ideia, uma garrafa de plástico de 1 litro gasta cerca de 6 litros de água para ser produzida.

2. Prolongamento da vida útil dos aterros sanitários '


Dados revelados pela Limpurb em 2015 estimam que aproximadamente 46% dos resíduos que chegam ao Aterro Sanitário Metropolitano (ASM) são potencialmente recicláveis. Esse aterro, que atende Salvador, Lauro de Freitas e Simões Filho, já possui cerca de 70% da área ocupada por resíduos em geral. Podemos perceber que, se quase metade dos resíduos passasse a ser reciclada, a vida útil do ASM seria estendida por vários anos – retardando a necessidade de encontrar outra área para essa finalidade. Essa questão, que implica em ocupar um novo local amplo para comportar a estrutura adequada, pode custar uma área verde em alguns casos, contribuindo para o desmatamento de regiões florestais.

3. Ameaça dos lixões aos lençóis freáticos e à nossa saúde


Embora Salvador tenha um local adequado, como o ASM, para depositar os resíduos sólidos gerados pelos seus habitantes, a realidade do estado é bem diferente. Em 2016, 85% dos municípios da Bahia faziam o despejo dos resíduos em aterros irregulares, conhecidos como lixões. Um dos problemas associados à irregularidade desses locais é em relação ao líquido produzido pelos resíduos, pois ele entra em contato com o solo e alcança os lençóis freáticos – contaminando uma água que é comumente utilizada para consumo humano, tanto nas cidades quanto no meio rural.

4. Formação de ilhas de lixo


Uma outra situação verificada, desta vez ao redor do mundo, é a ocorrência de fenômenos conhecidos como “mar de lixo” e “ilhas de lixo”. Estas são situações em que as correntes marinhas carregam e acumulam, respectivamente, toneladas de resíduos sólidos descartados irregularmente no mar. Essas ocorrências causam danos enormes ao ecossistema marinho e ainda mais: há indícios que essa contaminação pode retornar ao nosso organismo por meio da ingestão de peixes e outros animais, que absorvem com facilidade esses poluentes despejados no mar.

As reflexões propostas acima reforçam o fato de que a reciclagem é uma ferramenta importantíssima no cuidado com os resíduos sólidos que produzimos.

Convidamos você a reciclar conosco!

Caso tenha dúvidas de como fazer a reciclagem, entre em contato conosco que lhe ajudaremos!

Já pensou em impactar mais pessoas?

Compartilhe essa informação com quem você gosta! Estaremos contribuindo, assim, para a melhoria da nossa saúde e da saúde do planeta!'

#Reciclagemdoméstica

142 visualizações

Nos siga nas redes sociais!

© 2019 Prisma - Empresa Júnior de Engenharia Química da UFBA

  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

Entre em contato conosco:

(71) 99338-4832

Fale com um dos nossos consultores!

  • whatsapp-logo (1)