A Atuação da Engenharia no Combate a Pandemias

Desde que o coronavírus chegou ao Brasil, muitas suposições foram feitas em relação à possível escassez de determinados produtos, como respiradores, máscaras e álcool em gel. Talvez você, assim como grande parte da população mundial, pense que as soluções estejam somente “nas mãos” dos profissionais da saúde que estão à frente auxiliando para que o vírus não se alastre.


Autor: Franklyn Cerqueira


Lendo este artigo, você poderá entender a importância da engenharia no combate à pandemia e de que maneira grandes empresas estão atuando para auxiliar no enfrentamento da Covid-19. A busca por solucionar problemas decorrentes do coronavírus vem se fazendo mais presente no dia a dia de muitas empresas e instituições de ensino, que buscam alternativas, com o auxílio da engenharia, que visem um melhoramento nas condições aplicadas ao enfrentamento do vírus.


Veja abaixo como os engenheiros estão ajudando na falta dos seguintes elementos.


1. ÁLCOOL EM GEL


Em março de 2020 - quando começaram a surgir os primeiros casos do vírus, a Cervejaria Ambev, que é referência na atuação de produção de cervejas, passou a transformar o álcool das cervejarias em álcool em gel. A empresa afirma que a produção será de cerca de meio milhão de unidades, que serão destinadas a hospitais públicos das cidades que possuem maior número de casos confirmados da covid-19.


O instituto Federal do Sul de Minas também está realizando processos como o da Ambev, para auxiliar no combate ao vírus, que surgiu na China no último ano. Talvez você se pergunte: “Mas como a engenharia está presente nesse processo?” Bem, as cervejarias de forma geral contam com a atuação de engenheiros químicos e/ou de alimentos para a realização das fases do processo cervejeiro; estes são também os responsáveis pela transformação do álcool.


2. MÁSCARAS


Assim que os primeiros casos foram confirmados, alguns produtos ficaram escassos nas prateleiras de farmácias e supermercados, como o álcool em gel e as máscaras descartáveis. Pensando nisso, algumas instituições de ensino e empresas privadas começaram a adotar medidas de auxílio também na produção de máscaras, para que a falta não viesse a afetar os profissionais de saúde que necessitam da sua utilização, pois podem estar em contato direto com pessoas infectadas. Assim, engenheiros da Universidade Federal Fluminense começaram a desenvolver máscaras 3D de acetato (material que também se encontra escasso), que contribuirá na prevenção mais efetiva dos profissionais da saúde.


3. RESPIRADORES MECÂNICOS


Um outro problema no enfrentamento do vírus no Brasil é a quantidades de respiradores mecânicos presente nos hospitais brasileiros, material que auxilia pessoas infectadas com sintomas mais graves do coronavírus, como a insuficiência respiratória. No G1, em reportagem, é feito um levantamento da quantidade de respiradores mecânicos por pessoa em alguns estados e é perceptível que no Norte e Nordeste do país, este número é ainda maior, chegando a 9.122 a quantidade de pessoas por respirador.


Com isso a engenharia mostrará a você mais um vez a atuação da área: tendo em vista que, no Brasil, os respiradores custam, em média, 15 mil reais cada, engenheiros pesquisadores da Poli-USP (Escola Politécnica da Universidade de São Paulo) buscaram alternativas mais viáveis para que se possa ter acesso a um material com mesma eficiência porém com valores 15 vezes menor. Maiores informações a respeito do inspire, nome dado ao aparelho, você pode encontrar clicando aqui.


Agora você percebe como é importante a atuação da Engenharia no que diz respeito à criação e desenvolvimento de materiais essenciais no combate ao coronavírus? Esses são pontos que ajudam a enfatizar ainda mais a importância da Engenharia no atual cenário. Entretanto, não somente os profissionais que contribuem para o controle da pandemia devem estar presentes neste momento, você também pode fazer sua parte, #FiqueEmCasa!


Gostou desse artigo e busca entender o que sua empresa pode fazer para contribuir no combate ao coronavírus? Diante desse cenário que estamos vivendo, desenvolvemos uma ação com o intuito de doar materiais de limpeza e alimentos para pessoas que estão passando por necessidade através do nosso Núcleo de Diversidade e Responsabilidade Social, para contribuir ou entender melhor do que se trata, entre em contato conosco!


Não sabe como sua empresa pode contribuir no combate ao coronavírus? Acesse o link e entenda como impulsionar o home office da sua empresa, mantendo o cuidado com seus colaboradores e evitando a disseminação do vírus. Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos e parceiros de trabalho.






Referências:

https://www.brasildefato.com.br/2020/03/24/artigo-como-a-engenharia-pode-colaborar-no-combate-as-pandemias

https://g1.globo.com/bemestar/coronavirus/noticia/2020/04/02/33percent-das-cidades-brasileiras-tem-no-maximo-10-respiradores-mecanicos-entenda-por-que-aparelho-e-essencial-no-combate-ao-coronavirus.ghtml


40 visualizações

Nos siga nas redes sociais!

© 2020 Prisma - Empresa Júnior de Engenharia Química da UFBA

  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

Entre em contato conosco:

(71) 99338-4832

Fale com um dos nossos consultores!

  • whatsapp-logo (1)