Saúde Mental no Trabalho: Seus Impactos e Formas de Contribuir

Você sabia que, segundo dados de uma pesquisa feita em 2018 pela GBD (Global Disease Burden), foi visto que, no ano de 2017, pelo menos 792 milhões de pessoas ao redor do globo sofrem com algum de distúrbio relacionado à saúde mental, o que corresponde a, aproximadamente, 10,7% da população mundial?

Dessa maneira, percebe-se que, ainda que esforços já estejam sendo feitos nessa área da saúde, é inegável que muitas pessoas são acometidas por transtornos mentais. Comprova-se, além disso, a necessidade de se ter toda a sociedade contribuindo para solucionar essa problemática, sendo essa uma adversidade universal.


Autor: Gustavo Santos


Não obstante, o mercado de trabalho é, atualmente, uma das atividades sociais que o ser humano mais aplica seu tempo, havendo nítida influência na saúde mental das pessoas. Em função dessa dedicação de tempo e esforço no expediente, o trabalho compõe parte relevante na forma como quem trabalha enxerga sua consciência e valida seu propósito, a partir do ofício realizado.

Diante disso, é fundamental que esse tema seja tratado com a importância necessária, haja vista o quão impactante essa esfera social é para a saúde mental de um profissional ao longo de sua carreira. Continue lendo para saber mais sobre como mudar esse cenário:


Implicações para o mercado de trabalho

Sendo o convívio trabalhista uma das extensões da vida social de todo ser humano, é natural que, durante a carreira profissional de uma pessoa, as esferas profissional e psicossocial sejam cada vez mais interdependentes entre si.

Isso ocorre por que, muitas vezes, as pendências com a saúde mental de uma pessoa veem à tona no ambiente trabalhista, isso quando não é a própria ocupação a origem de alguns desses problemas. Dessa forma, a ocupação trabalhista desempenhada pode ser uma parcela considerável na consciência, podendo ser, ao mesmo tempo, estopim e agravante para diversos distúrbios mentais.

Alguns dos quadros psíquicos comumente associados a um ambiente de trabalho nocivo para a saúde mental de um indivíduo:

  • Depressão;

  • Transtornos de bipolaridade;

  • Síndrome de Burnout;

  • Estresse ocupacional;

  • Ansiedade.

Como as empresas podem mudar esse cenário?

Percebendo os problemas decorrentes desse tipo realidade, sobretudo para quem está trabalhando, as corporações representam parte expressiva e responsável para a mudança desse cenário.

Por esse motivo, essas organizações devem tratar como prioridade a saúde mental de seus funcionários, dando suporte profissional e especializado, além de acompanhar o comportamento psicossocial dos seus colaboradores ao longo do tempo. Assim, é possível prevenir eventuais transtornos mentais decorrentes do dia a dia do trabalhador, além de amparar aqueles já acometidos com problemas dessa natureza, realizando o encaminhamento desses para profissionais adequados e capacitados,

Sendo essa, uma iniciativa de médio e longo prazo, podem ser feitas algumas ações que permitam o cultivo de um ambiente de trabalho mais saudável, sendo algumas dessas listadas abaixo:

  • Iniciativa, por parte dos líderes, de trazer pautas voltadas à saúde mental, dando abertura aos colaboradores para abordar esse assunto;

  • Investir continuamente no acompanhamento psicológico e comportamental de seus contratados, por meio da criação de programas de apoio à saúde mental e psíquica;

  • Inclusão de profissionais da área psiquiátrica no quadro de funcionários, nas dependências da empresa, ou através no plano de saúde ofertado pela mesma.

O que a sociedade pode fazer para melhorar essa situação?

Por fim, vale lembrar que a forma como a sociedade e as empresas enxergam o bem-estar psíquico é um traço cultural, sendo esse comportamento um resultado da construção social na qual estamos inseridos.

Por essa razão, as pessoas são os principais agentes capazes de promover uma melhoria desse cenário, facilitando a formação de um ambiente laboral mais favorável. Por meio de práticas simples e cotidianas, pode-se impactar, não só a produtividade individual, mas, principalmente, a forma como os mesmos reconhecem a importância de se refletir a respeito da saúde mental, promovendo um ambiente mais receptível para as pessoas trabalharem.

Referências:

https://ourworldindata.org/mental-health

12 visualizações

ENTRE EM Contato CONOSCO!

TELEFONE: (71) 8154-0227

E-MAIL:  consultoria@prismaengenharia.org

Ou fale diretamente com um de nossos consultores clicando no ícone

  • whatsapp-logo (1)

Localização

Endereço: R. Prof. Aristídes Novis, Nº 2, Escola Politécnica da UFBA - Federação, Salvador - BA, 40210-630

  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2020 Prisma - Empresa Júnior de Engenharia Química da UFBA